domingo, 10 de outubro de 2010

Fogo na cidade por Sergio Martins



O balão colorido está sendo feito por um coração ardente de paixão do menino pela sua namorada. Cada detalhe é uma arte especial: um coração vermelho bem no meio, em cima duas alianças, de um lado o rosto de sua amada pintado a giz de cera, do outro um arco-íris.

O vilarejo todo veio apreciar aquela beleza romântica que depois de um bom tempo esperando as chamas que saíam dos maçaricos, a bucha foi acesa e lá se foi o balão misturado com orgulho e lágrimas de saudade de quem esteve preparando-o por um bom tempo para a aniversariante que tanto ama...

Quando a menina homenageada viu o balão e as lanterninhas coloridas formando um imenso anúncio onde se lia: "Amorinha, eu te amo!", entre pulos e sorrisos, gritava repetidas vezes: eu também te amo muitãoooooo!

Que coisa mais linda aquela cena: a cidade toda pegando fogo de alegria, os fogos clareando tudo, o rapaz apaixonado deitado na graminha tirando fotos de sua arte, a menina não parava de dançar, chorar, pular e agradecer por tanto carinho.

De repente, no céu estrelado, como num desejo de unir-se às estrelas, o balão ficou pequenino e já não se distinguiam as cores e as letras e Amorinha foi dispersando-se juntamente com a declaração de amor como as horas velozes de festa... 

Então, um silêncio tomou conta do espetáculo e ninguém ousava quebrá-lo. Até que alguém exclamou emocionado: vivaaaaaaaaaaa! A cidade está pegando fogo de alegria! Foi quando surgiu um engraçadinho muito corajoso, ardendo de amor pela natureza e lançou um balde de água fria na fogueira de alegria da galera: esse lindo balão que sobe alto e vai longe, qualquer hora dessa pode voltar e cair na mata; aí todos verão o que realmente é uma cidade inteirinha pegando fogo!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas