quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Vermelho - por Sergio Martins






 No feitiço dos meus olhos mora uma sedução que não se desprende.

Tudo o que vejo nesse espelho é a partir de você.

Meu olhar te segue.

Por que antes mesmo que minhas pálpebras se abram ao amanhecer, no teatro do meu desejo inconsciente, desce a cortina onde me deleito em sua luz cor de sangue e enigmática?

Antes de qualquer imagem, minha retina enxerga primeiramente a beleza de sua meia-luz escarlate onde há uma força, um sobressalto do tempo-espaço, tal qual, fogo repousado e breve no céu do despertar matutino - onde mora a lembrança dos sabores de frutas vermelhas.

É de Marte e de morte esta vermelhidão de entardecer que me sorve numa estranha poética: caminhar a esmo na escuridão, ver tua sombrar amigar-se aos meus passos, estar ao seu lado olhando as estrelas, ouvir o agitado mergulho de Fevereiro em nossa noite lírica; perder-me de vista no encanto do teu rubro mar.

4 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

SERGINHO MEU LINDO !
POR ONDE ANDAS,COM TANTA CARGA DE LITERATURA...NOSSA! VOCÊ NOS ENCANTA COM SEUS TEXTOS MAGNÍFICOS...
EU AMO TE LER NESTE UNIVERSO!

SOL da Esteva disse...

Sérgio

"No feitiço dos meus olhos mora uma sedução que não se desprende.

Tudo o que vejo nesse espelho é a partir de você.(...)"

Qual encanto que guia e conduz ao Amor verdadeiro.

Belo.

Abraços

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Milena Matos do Amaral disse...

Gostei muito :)

lita duarte disse...

"Vermelho é vida."

Bjos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas