quinta-feira, 9 de junho de 2011

Frutos do outono por Sergio Martins





Os Ipês estão desfolhados no coração desse meu Jardim Novo*,
sem as flores, os sabores e os perfumes dos antigos amores
as tardes de sábado são gris, aos domingos são vazias as noites.
No frio, nas chuvas, nas ruas... tudo é só beleza triste de um povo
que carrego comigo: seus mundos, suas ilusões, suas dores;
pois sou esse chão – capim outonando, amargura dos seus licores.
Os livros, o café, as fotos e toda a falta até o fim da taça eu sorvo,
sinto o tapete de folhas nos pés desse réu do amor aos tambores
de tuas canções e, em vão arrisco fugir dessa poética de açoites.
Mas as flores voltarão a se encontrar pelo chão,
o céu em luar há de revelar e tragar a escuridão
e, talvez repenses aqueles sonhos antes do sono:
bons filmes, nossas artes, nossos frutos do outono.

* Jardim Novo é o nome do bairro onde moro

Foto: Google

13 comentários:

Sandra Botelho disse...

Frutos esses, que na primavera hão de se tornar flores a enfeitar nossos dias.beijos achocolatados

Ma Ferreira disse...

Sérgio..que lindo o que vc escreveu.
Esperança.. fé..
As flores sempre voltam a florir..no tempo certo!
Bj
Ma

Peônia disse...

Amo os ipês em flor!
Belo post poeta!
BjO!

Débora Andrade disse...

E essa estação dará lugar a outra e, a outra, até que o ciclo volte ao ponto de partida, a essa estação que hoje te inspira. As flores chegarão e passarão, assim como esse outono. O que ficará serão as lembranças e claro, esse teu sentimento poético.

Amei.
Beijos,
Débora

Carla Fernanda disse...

Os frutos do outono são sempre doces Sérgio!
Beijos e boa noite!
Carla

Balada da minha Alma disse...

Sergio,

nunca deixe de pintar as estrelas. Terá o céu ao alcance de suas mãos.

Beijo imenso :*

Rafael Castellar das Neves disse...

Ótima descrição...e gostei deste retorno final, às vezes como lembranças, outras (as melhores), como recorrências...

Abraço...

SOL da Esteva disse...

Sérgio

No Outono, os frutos estão em pleno de amadurecimento. É quando as folhas caiem para a árvore adormecer e descansar um pouco, para, na Primavera, renovar todo o Ciclo de Vida: Flores e Frutos.


Bom fim de semana

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Fernand's disse...

gosto muito desse tempo desfolhado... é tempo da limpa!


rs
bjsmeus



sérgio,
o encontro de blogueiros ainda não tem data definida. talvez seja em julho. vamos manter contato. bom fds.

Nel Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nel Santos disse...

O outono é a estação que propicia o surgimento do novo... Mas para isso, é preciso deixar que caiam as folhas secas e permitir que os frutos amadureçam para que sejam colhidos a seu tempo.
O outono da vida, meu amigo, se resume para nós como "aqueles sonhos antes do sono"...

Belíssimo o teu desfolhar poético!

Bom final de semana, Sergio!!!

Beijos!

10 de junho de 2011 16:26

Flor de Lótus disse...

Oi,Sérgio!Outono é tempo de poda, de se deixar cair, livrar-se do velho e esperar que a natureza faça seu trabalho e ela age, e na primavera renasceremos..
Um ótimo final de semana!
Beijosss

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite meu amigo do silêncio!!!
Chegar aqui foi a mandado do nosso ser supremo...eu merecia encontrar esse lugar tão rico de literatura...viajando nas tuas escritas encontro esses frutos do outono para embelezar o meu blog que chama-se FOLHAS DE OUTONO...vai lá e se achares interessante ,deixa teu rastro para eu saber que estivestes por lá...bj grande...voltarei sempre...me aguarde...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas