sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A perambeira por Sergio Martins



Na beira do abismo arreda não,
se joga e vai viajar.
Na eira, o risco é o pior não,
tristeza é não trabalhar.

Na fraqueza, no vício, se entrega não,
o sonho não pode acabar.
No medo, no escuro, se “avexe” não,
é feliz quem consegue arriscar.

A perambeira é melhor
que a segurança sem vida,
pouco com Deus é maior
que fartura fugidia,
sem poesia no olhar
o mundo não tem alegria
e quem não sabe amar
é só vaidade e fantasia.

Foto: Google

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas