sábado, 15 de janeiro de 2011

Naquela areia por Sergio Martins

areal.jpg
E por que você quis segurança,
eu só aumentei minha esperança.
Longe de tua fuga, do teu medo de seguir-me,
lancei-me no jardim e rosas vieram servir-me.

Você amou o lucro e deixou de plantar;
eu aprendi a dançar mais do que sistematizar.
Na tela velha e branca é só você quem pode pintar.
Do temporal e estio, ainda sobra-me arte para festejar.

O vento vai levar
suas palavras
de maré cheia;
mas vai deixar
minhas pegadas
naquela areia.

Foto: http://atlantico-expresso.net/

9 comentários:

Mila Lopes disse...

Suas poesia são sempre lindas e intensas...

Adoro, muito!

Bjs

Mila

PS: Visita meu novo espaço, nasceu a pouco, rs

http://milallopes.blogspot.com/

ETERNA APAIXONADA disse...

Sérgio
Sua arte será festejada sempre! Tens o dom da superação! Lindo!
Obrigada pelas palavras deixadas no Sintonias. Um momento que nos deixa a todos em suspense, pois o clima ainda está muito instável...
Que a solidariedade, característica do nosso povo, amenize um pouco aos que precisam...
Tenha um fim de semana melhor possível, querido poeta. Se cuide bem.
Beijos

A FADA DAS AGULHAS disse...

Lindo,sensível,intenso.Um poeta perfeito!Adorei!
Obrigada pela visita ao meu blog,e pelo comentário deixado.Te desejo um domingo de Paz!

Bjs!

Simone Souza

César disse...

Olá, Eu acabei de postar um comentário, mas acho q se perdeu.

Bem, eu preferi pensar que em teu texto, tu carregavas a tal pessoa no colo, ou por ela era carregado.

Sérzio, como diriam os 'gringos', os descendentes de italianos no Rio Grande do Sul, grazie por tuas palavras. Sérzio SEAtins...rssss

Abraços.

PS: Te indico um som muito legal, que escuto no momento: Como un burro amarrado a la puerta del baile, banda EL ULTIMO DE LA FILA.

Mimirabolante disse...

Oi,Sergio....agradeço a sua gentileza !!è muita tristeza msm !!!bjcas

Isa Meireles disse...

Olá Sérgio !
Só hoje tive oportunidade de te visitar, com muita pena minha pela demora. Adorei o teu espaço, o teu mar! Estou-te a seguir.
Em relação à tua arte: é mais do que escrever, mais do que poesia, prosa... É uma tela: de sentimentos.

NELL SANTOS disse...

Sou apenas uma amadora, Ségio. Mas o que tu escreves me toca profundamente!Como é bom poder usar e usufruir assim das palavras, né? Prometo passar sempre por aqui...Bjs

Bárbara Rezende disse...

VIM TE CONHECER E AMEI!!!

AMEI SUAS POESAS PARABÉNS!!!

BJKSSSSSSSSSSSS

Balada da minha Alma disse...

Sergio,

que bom conhecer vc e o seu blog :) Adorei a sua visita naquele meu cantinho e fico feliz que tenha gostado.

Hoje, não é na areia que deixo minhas pegadas, é aqui em vc :)

Beijo imenso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas