terça-feira, 24 de agosto de 2010

Soneto para a lua apaziguante das tardes julinas *************por Sergio Martins*************


A brisa daquele olhar suplantando minhas guerras e fugas
qual fogo de inverno- tranqüilidade na espera delongada;
e a face abatida da noite na água límpida, negra e gelada,
assistiu meu semblante peregrino sorrir às graças tuas!

Sobre o corpo da árvore frutuosa lavei-me o opróbrio,
ergui a torre forte e sequiosa bebendo da fonte escura
o encanto; o poço oculto acendeu-me a feliz loucura -
vazou-se a dor do ciúme- medo da perda de si próprio.

Ela admirou o meu entardecer, meus lábios ressecados que ali
no chão foram jogados ao tempo vil e como quem vê o mar
pela última vez; recebeu-me – Moça à Janela de Salvador Dali.

Mortificou-se meu corpo outonal às paixões veraneias, sombrias
e silentes, as mágoas foram lançadas no mar primaveril - minha
alma oblíqua inclinou-se para a lua apaziguante das tardes julinas.

Foto: Moça à janela de Salvador Dalí
Fonte: Google

3 comentários:

Helena de Campos disse...

Queria me debruçar nessa janela... na janela do aguardo, pra não me desesperar... manter a calma da esperança de que o tempo vai melhorar... a flor vai brotar, o sol vai aquecer... o amor vai voltar...pois sinto que ele se foi, talvez pra nunca mais. Nunca mais é muito tempo???

Suellen disse...

A moça à janela contempla e espera. Espera algo que não sabe bem o que pode ser mas espera. Ela contempla, sem pressa, sem medo, sem grandes expectativas. Ela apenas contempla e vive fazendo seu caminho.
Serginho, curti o texto!
bs

Jonathan disse...

É um crime ser motificado por uma paixão veraneias...verão é mês de férias, de quebra da rotina.. É um triste quem espera neste caso. Não sou um fã da espera resgnida, dessa esperança passiva das pedras que esperam por ser roladas por alguém. Me apetece mais os que se perdem em labirintos, mas qu vão. Vão atrás mesmo que de uma miragem, mas vão. Belíssimo texto Sérgio, até as coisas mais tristes que você escreve me trás otimismo. A boa arte, a criação que rompe a mononia do hábito, como isso me enche de bons pensamentos!! obrigado, amigo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas