terça-feira, 2 de julho de 2013

À beleza cotidiana - Sergio Martins







"Mediante a esta pobreza que me é senhora, não pude ir ao profundo bosque dos pensamentos, então, nesta superficialidade existencial construí meu lar. E de tudo o que vi no caminho, acreditei ser meu divino além-mar; de tal modo, que da simples e repetitiva beleza inventei meu cotidiano."


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas