terça-feira, 2 de julho de 2013

Do meu mundo - Sergio Martins





Minha tristeza sempre rimou com leveza,                                                                            
a solidão é amiga - é de minha natureza.                                                                                 
Esta criança vê que o universo adulto é cruel,                                                                                    
por isso jamais deixou de colorir seu papel:                                                                                       
nunca se rendeu à ilusão do poder                                                                                                    
e da simplicidade vem seu maior prazer.
Meu mundo nunca será um campo de concentração,
minha vida no Jardim Novo (bairro onde moro) é um parque de diversão,
pois eu não vim pra competir, pra vencer;
estou aqui pelo prazer. Minha arte é viver.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas