terça-feira, 2 de julho de 2013

Da burrice - Sergio Martins






"O egoísta, pelo menos faz algo pra si. E nisto ele pode exercer tão genial profissionalismo, ao ponto de fornecer um exímio serviço à sociedade. Já vi capitalistas selvagens tendo surtos de solidariedade... Já o parasita, (este inerte, pútrido e desonroso ser politicamente correto, este covarde travestido de bom moço que vê a degradação e a injustiça e nada faz além de emitir falsas esperanças e palavras pretensiosas que tentam convencer o miserável de que sua indiferença é divinamente justificável), figura a classe da ignorância no sentido mais burro da palavra. Mas não é a burrice sincera e ingênua que nos faz até mesmo rir ou sentir pena do burro; digo, pelo contrário, daquela que nos causa asco." 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas