domingo, 10 de outubro de 2010

Soldadinhos por Sergio Martins

 
Ontem à noite um chuvaral varreu a rua, limpou meu telhado, transbordou a cisterna sem tampa da casa do vizinho... E o barquinho de papel colorido que eu fiz pôde velejar na bacia em que a mamãe lava as roupas...

Eu tinha esquecido na escadinha de piso do quintal alguns soldadinhos de brinquedo misturados com a terra que uso para fazer pista de carrinho, montanha e quartel. Hoje me levantei bem cedinho da cama e antes de tomar café fui tirá-los de lá, mas não os achei. Não vi a terra, não vi nada. Aí dei o maior grito: quem pegou meus bonequinhos?! Até pensei que o meu irmão havia escondido por provocação, antes de vê-los todos acordados sem nenhuma terrinha pelo corpo, todos com suas fardas limpinhas pelo chuvaral que lhes fizeram escorregar pela escada, se espalharem e por fim, boiarem na piscina.

Agora, o sol está secando a arruaça do chuvaral. Os brinquedos ainda flutuam na piscina cheia e no campinho de barro, os meninos jogam futebol mergulhados na lama, escorregando, caindo, gargalhando felizes da vida; todos bem sujinhos idênticos aos bonequinhos de massa marrom.
E amanhã, esses meninos devem levantar da cama bem limpos, sequinhos e cheirosos para depois se enlamearem novamente no barro, iguais aos meus soldadinhos acordando com o banho de sol na piscina prontos para se sujarem no quartel, na pista de carrinho e na montanha.

Imagem: Google

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas