domingo, 10 de outubro de 2010

A menina da janela por Sergio Martins


Do quintal do Daniel ele vê na janela da casa do vizinho uma menina morena brilhosa feito um jambo, bonita, risonha e grande, maior até que o Daniel, e olha que ele já vai fazer dez anos enquanto ela deve ter uns nove.

Ninguém conhece a menina da janela, não sei o seu nome, nem de onde ela veio. De vez em quando a nova moradora aparece aqui, na janela com um bebê nos braços – é o Pedrinho, seu primo que só tem dois dentinhos feito uma janela aberta; ainda não fala mas está aprendendo a andar.

Certo dia, Daniel deu um chutaço na bola que atravessou o muro, passou pela janela e entrou na casa dela, mas ela não brigou; e ainda abriu um sorriso bem branquinho enquanto devolvia a bola! Aquele momento fez com que Daniel ficasse muito sem jeito, um tanto sem graça. Naquela hora ele apenas abriu um sorriso amarelado.

De sua janela, a menina vê Daniel pintar alguns quadros, mas não sabe que ele adora escrever poemas. Daniel soube que ela também faz  e até fez um para ela. Na sua poesia, Daniel brinca de bola, pinta quadros com a menina da janela e até já viu a rua inteira, as pessoas pequenas lá embaixo, os telhados da vizinhança. Mas por enquanto, todos os dias ela se diverte sozinha vendo o Daniel “ dar bola” para ela do seu quintal, enquanto ela, envergonhada, apenas lhe oferece um “oi” ao aparecer e um “tchau” ao sair da janela.

Foto: Google

Um comentário:

DANIEL DILL disse...

Que emoção, essa historia me faz lembrar de um menino "borco-bola" do Cosme e Damião, quando tinha apenas 10 anos...kkkkkkkkkkkkkkk...obrigado TITIO TE AMOOO!!!!!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visualizadas